O projeto expositivo Do que somos feitos e o que deixamos, do artista João Angelini (DF), foi contemplado pela segunda edição do Prêmio Décio Noviello de Artes Visuais e Fotografia. Ainda sem data marcada, a exposição acontece na Galeria Genesco Murta, no Palácio das Artes, e abrange diferentes mídias que vão desde desenhos e gravuras a animações e vídeo-objetos. Direcionando um olhar acerca das questões que perpassam temas como a organização social, as relações trabalhistas, ferramentas de ocupação territorial, sistema financeiro, lastros e commodities, o projeto reúne 20 trabalhos produzidos pelo artista entre 2019 e 2021.

O Prêmio Décio Noviello de Artes Visuais e o Prêmio Décio Noviello de Fotografia são realizados pelo Governo de Minas Gerais, Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, e pela Fundação Clóvis Salgado.