Galeria Leme

English Instagram
+ Exposições

Mauro Piva |

23.07.22 _ 10.09.22

Em sua quarta exposição individual na Galeria Leme, Mauro Piva apresenta um novo corpo de pinturas em aquarela, guache e acrílica, nas quais dá continuidade à sua pesquisa em natureza-morta, a partir do diálogo com obras de artistas consagrados. Com abertura dia 23 de julho, a exposição fica em cartaz até 10 de setembro de 2022.

Os trabalhos dessa exposição são um desdobramento da pesquisa em natureza-morta iniciada em 2020. A partir da seleção de obras e retratos de artistas consagrados, Piva dá ênfase a elementos naturais antes considerados secundários/coadjuvantes nas composições.

Neste conjunto de obras, o artista mantém a mesma escala das pinturas originais de Caravaggio, porém confere o papel de protagonista às frutas, flores e folhas, ao isolar esses elementos sobre um fundo branco e luminoso. Ao retirar qualquer representação dos fundos e personagens, Piva subtrai o tenebrismo do pintor italiano com o intuito de trazer leveza às composições.

“Instigou-me trabalhar com as obras do Caravaggio, porque quando eu mantenho apenas os elementos naturais e retiro a figura humana e o fundo escuro, estou retirando uma atmosfera pesada, dramática e carregada. Acho que é um desejo de todo mundo ter momentos mais leves”, pontua o artista.

Sobre o artista

Rio de Janeiro, Brasil, 1977. Vive e trabalha em São Paulo, Brasil.

Piva realizou as exposições individuais: Mauro Piva, Galeria Leme, São Paulo, Brasil (2018); Instituto Figueiredo Ferraz, Ribeirão Preto, Brasil (2017); XIX Festival da Cultura Inglesa, Centro Cultural Britânico, São Paulo, Brasil; Galería Enrique Guerrero, Cidade do México, México (2014); Galería El Museo, Bogotá, Colômbia (2013); entre outras. E as exposições coletivas: Espelho Labirinto (curadoria de Vicente de Mello e Aldones Nino), CCBB- Brasília, Distrito Federal, Brasil (2022); Just Breathe… (curadoria de Felipe Hegg), The55Project, Estados Unidos (2021); Lineas en el Espacio, Museo de la Cancillería, Cidade do México, México (2019); entre outras. Suas obras integram as coleções: Art at Swiss Re, Zurique, Suíça, MAR – Museu de Arte do Rio, Rio de Janeiro, Brasil; Museu de Arte Moderna de São Paulo – MAM, São Paulo, Brasil; Art Center Hugo Voeten, Herentals, Bélgica; JPMorgan Chase Art Collection, EUA; Maxine and Stuart Frankel Foundation for Art, Michigan, EUA e Instituto Figueiredo Ferraz, Ribeirão Preto, Brasil.