Galeria Leme

Português Instagram
+ Exhibitions

Invisibilidade Fernanda Fragateiro

11.17.09 _ 12.19.09

Pequenas Transgressões num Edifício #1, 2008

A Galeria Leme apresenta a exposição individual “Invisibilidade” da artista portuguesa Fernanda Fragateiro. A artista é conhecida por suas intervenções e instalações escultóricas e arquitetônicas minimalistasem espaços inesperados (um monastério, um orfanato ou casas em ruínas)e por trabalhos que, contínua e sutilmente, unem dois movimentos historicamente antagônicos; os projetos modernista e feminista.

Nesta exposição Fernanda Fragateiro exibe esculturas feitas em aço inoxidável e alumínio polidos que exploram os limites entre arte e arquitetura. As formas e as superfícies espelhadas das esculturas estabelecem um forte diálogo com o espaço e a luz do ambiente, lidando simultaneamente compresença e invisibilidade. O aço inoxidável e o alumínio, amplamente utilizados em instrumentos de trabalho de uso cotidiano, quando mostrados totalmente polidos e espelhados, nos lembram da natureza não utilitária da escultura.

Dentre as obras apresentadas está “Expectativa de uma paisagem de acontecimentos #4”, uma malha de módulos retangulares de alumínio polido, unidos uns aos outros formando uma grande grelha. A primeira peça desta série foi feita em módulos de madeira, a segunda, em cortiça; ambos os materiais proporcionam superfícies extensíveis e retráteis. A utilização do alumínio deixou a estrutura mais rígida, formando uma espécie de tapete pelo chão. O título refere-se às possibilidades de mudança da obra. Toda articulável, a escultura possibilita ao espectador diferentes paisagens.

Fernanda Fragateiro exibe também uma obra da série “Não ler”. Uma escultura feita com livros recortados e aço inoxidável. Os livros foram encontrados pela artista, uma coleção que lhe chamou a atenção pela qualidade dos títulos. Nesta obra a artista não desenha, mas sim revela, através da ação de recortar, um desenho pré-existente. Para Fernanda Fragateiro os livros são feitos para ler, mas eles contêm algo a mais e depende da nossa capacidade ver ou não, ideia que é reforçada pela negação presente no título.

Fernanda Fragateiro (Nascida em Montijo, Portugal. Vive e trabalha em Lisboa). Sua obra foi exibida no Centro Cultural de Belém, Lisboa; Centro Galego de Arte Contemporânea, Santiago de Compostela; Fundação Serralves, Porto; Centro Atlântico de Arte Moderna, Las Palmas de Gran Canária; Culturgest, Lisboa; Fundación “La Caixa”, Caixa Fórum, Barcelona. Suas instalações e projetos de site specific foram exibidos em espaços públicos em diversas cidades da Europa.

Cortesia: Galeria Elba Benítez