David Batchelor segue em exibição na galeria Hauser Wirth, em Zurique, Suíça, até 9 de março de 2022. Em Chromophilia, que significa o amor pela cor, os artistas expostos traçam a complexidade e a possibilidade da cor, emancipando em diferentes camadas da linha e da forma, dentro do meio escolhido, seja sintético ou encontrado – de tinta líquida ao tecido costurado, de vidros coloridos à LEDs, de néon aos bindis. Chromophilia reúne pinturas, colagens, esculturas e instalações de artistas como Phyllida Barlow, David Batchelor, Larry Bell, Louise Bourgeois, Frank Bowling, Geta Bratescu, Alexander Calder, Martin Creed, Günther Förg, Jenny Holzer, Roni Horn, Bharti Kher, Yves Klein, Jason Rhoades, Pipilotti Rist, Sophie Taeuber-Arp e Elisabeth Wild.