Galeria Leme

English Instagram
+ Exposições

Mauro Piva Mauro Piva

09.11.18 _ 12.01.19

A.R.C.R.D.C. (verso IV), 2018

A Galeria Leme encerra o ano de 2018 com a terceira exposição individual do artista Mauro Piva. A mostra reúne sua produção mais recente, um conjunto de seis pinturas e oito esculturas, além de uma grande instalação site specific.

O projeto partiu de uma inspiração de Mauro Piva ao se deparar com as marcas de tinta (pingos e escorridos) deixadas sobre a pia, uma superfície de louça branca e lisa, de seu atelier. Esses respingos espontâneos, descartes próprios do processo de limpeza dos pincéis e godets, deixam rastros de diferentes formas e cores, que foram depois utilizados pelo artista para compor um novo estudo sobre as possibilidades de representação de si mesmo e do seu cotidiano de trabalho. Em toda a sua pesquisa, Piva estuda os conceitos relacionados a identidade/ não identidade, além de explorar as possibilidades do desenho, priorizando o trabalho manual da pintura, inclusive em suas esculturas.

Para essa exposição, o artista continua trabalhando o potencial da visualidade das cores e as possibilidades do tridimensional e do auto-retrato, expondo a intimidade dos seus processos de criação no atelier, através da reprodução em pinturas e esculturas que estabelecem novas relações entre o real e o simulacro, figuração e abstração. Em óleo sobre tela, ao mesmo tempo em que esses registros aleatórios revelam de forma minuciosa a riqueza de detalhes, mostrando a potencialidade de texturas e gradações de cores das gotas de tinta, eles também simulam a abstração, deixando à mercê da interpretação de cada um se são ou não trabalhos figurativos.

Fica também a critério do espectador identificar a natureza das esculturas, entalhamentos em madeira, pintadas posteriormente com tinta acrílica e óleo, que mais se fazem passar por telas (ou chassis), do que propriamente esculturas. Além disso, uma instalação site specific completa o projeto, funcionando como uma grande escultura/pintura que extrapola os limites da tela, ocupando toda a extensão da parede, frente e verso.

 

Sobre o artista:

Mauro Piva. Rio de Janeiro, Brasil, 1977. Vive e trabalha em São Paulo, Brasil.

Dentre as suas exposições individuais estão: Galería Enrique Guerrero, Cidade do México, México (2018); Espacio Minimo, Madri, e Instituto Figueiredo Ferraz, Ribeirão Preto, Brasil (2017); XIX Festival da Cultura Inglesa, Centro Cultural Britânico, São Paulo, Brasil; O grande tufo de ervas. Mauro Piva e Pedro Varela, Galeria do Lago do Museu da República, Rio de Janeiro, Brasil (2015); Galería Enrique Guerrero, Cidade do México, México (2014); Galeria Leme, São Paulo, Brasil; Galería El Museo, Bogotá, Colômbia (2013), entre outras.

Exposições coletivas: #iff2018, Instituto Figueiredo Ferraz (2018); São Paulo não é uma cidade, Sesc 24 de Maio, São Paulo (2017); Lenguajes en papel, M Galería, Bogota, Colombia; O Estado da Arte, Instituto Figueiredo Ferraz, Ribeirão Preto, Brasil; Abstração, Galeria Fernando Pradilla, Madri, Espanha; Vértice – Construções, Centro Cultural dos Correios, São Paulo, Brasil (2016); Rio Setecentista, quando o Rio virou capital, MAR – Museu de Arte do Rio, Rio de Janeiro, Brasil (2015); Prêmio CNI SESI SENAI Marcantonio Vilaça – Edição Especial, Museu Nacional do Rio, Rio de Janeiro, Brasil; Duplo Olhar, Coleção Sérgio Carvalho, Paço das Artes, São Paulo, Brasil (2014), entre outras.

O seu trabalho integra coleções como: Art at Swiss Re, Zurique, Suiça; MAR – Museu de Arte do Rio, Rio de Janeiro, Brasil; Museu de Arte Moderna de São Paulo – MAM, São Paulo, Brasil; Art Center Hugo Voeten, Herentals, Bélgica; JP Morgan Chase Art Collection, EUA; Maxine and Stuart Frankel Foundation for Art, Michigan, EUA, entre outras.

 

 

Clique aqui para ver o pdf da exposição.