Galeria Leme

Português Instagram
+ Exhibitions

Individual Simultânea Paulo Almeida

10.08.08 _ 11.08.08

Individual Simultânea - Vista 3, 2008

A obra de Paulo Almeida está relacionada à representação dentro do circuito de artes, explorando situações como a relação entre as obras de arte e os ambientes que as abrigam, subvertendo práticas tradicionais.

Paulo usa a pintura para questionar não apenas a natureza desta e a maneira como é vista e pensada, mas ir além, questionando a natureza da arte em geral e de todo o seu entorno.

Neste caso, a pintura não é a busca por uma imagem ideal ou a ilustração de uma idéia, algo que chega a um ponto e dá-se por finalizado, mas um sistema que surge como um projeto. Paulo pensa e constrói suas telas para um espaço e tempo específicos.
O termo “individual simultânea”, título da mostra, foi adotado no singular. Faz referência às exposições nas quais dois artistas ocupam o mesmo espaço durante o mesmo período com suas respectivas individuais.

A exposição que Paulo Almeida apresenta no project room e a de David Batchelor na Galeria Leme, no entanto, consistem no inverso: uma mesma mostra é apresentada ao mesmo tempo em lugares distintos.
Duas telas em grande formato e outras menores, na quais o espaço vazio da Galeria Leme aparece retratado sob ângulos variados, já estão preparadas. Assim que a exposição de Batchelor estiver montada, Paulo acrescentará nestas as esculturas luminosas do artista britânico, reproduzindo no project room a mostra apresentada na Galeria Leme.

Com esta proposta, Paulo Almeida busca trazer a representação sob diferentes pontos de vista, explorar, através das imagens contidas nas pinturas e do posicionamento das telas, conceitos de espaço e formas de representação, além de questionar a maneira como se dão as exposições e as expectativas geradas no público, já familiarizado com seus termos.

Sobre o artista:

Paulo Almeida nasceu em São Paulo em 1977. Atualmente, vive e trabalha em São Paulo. Entre as exposições que participou destacam-se: “Coletiva: /17.11.2004-13.01.2007/, Galeria Leme, São Paulo (2007), IX Bienal de Cuenca, Equador (2007), representação brasileira, junto com Albano Afonso, pela Fundação Bienal de São Paulo, “La Espiral de Moebius y Los Limites de La Pintura” CCPE/AECI, Rosário, Argentina (2007), além dos recentes projetos especiais: “Das Curadorias:/ 1987-2008/ (2008) no Itaú Cultural, São Paulo, dentro do projeto Redes de Criação e “B.A: 01.08.2008-30.09.2008”  (2008) realizado durante residência de dois meses em “El Basilisco” em Buenos Aires, Argentina.