Galeria Leme

Português Instagram
+ Exhibitions

Connect with the Forest Hideaki Idetsuki

04.05.08 _ 05.03.08

Sem Título, 2006

O que é a natureza para o homem? Que tipo de relação as pessoas têm com a natureza? A partir de questionamentos como estes, o artista japonês Hideaki Idetsuki desenvolveu o projeto “Connect with the Forest”, no qual propõe uma reflexão sobre a visão que as
diferentes culturas têm da natureza.
A idéia do projeto surgiu durante a residência do artista na Akademie Schloss Solitude, no Sul da Alemanha, entre 2000 e 2001. Hideaki Idetsuki instala objetos anulares ou retangulares de grandes proporções em troncos de árvores no meio de florestas ao redor do mundo, principalmente de florestas replantadas, como as que existem na Europa e no Japão.
Estes objetos são colocados em um ponto da floresta de maneira que as pessoas consigam observa-lo à distância, mas que, no entanto, quando perto, não sejam capazes de tocá-lo. Desta maneira, o objeto permanece na natureza à mercê das ações do tempo, sujeito à transformações ao longo dos anos, mas imune a qualquer tipo de interferência provocada pelo homem. Um dia, depois de muito tempo, o objeto desaparecerá, assim como tudo o que existe.
O principal objetivo de Hideaki Idetsuki em “Connect with the Forest” é fazer com que as pessoas se tornem sensíveis à passagem do tempo e estabeleçam uma relação de devida distância com a natureza. O artista chama a atenção para o fato de que o homem faz parte da natureza, cujo tempo é contínuo, mas não eterno.
Os trabalhos apresentados no project room da Galeria Leme são esboços e desenhos relativos à diversas instalações pertencentes à “Connect with the Forest”.

Hideaki Idetsuki nasceu em 1973 no Japão. Atualmente, vive e trabalha em Ikuta, Japão. Participou de diversas exposições,  tais como: Gallery Hirawata, Japão (2008); “Itinerarios 2005/06”, Marcelino Botin Foundation, Espanha (2007); “GLOBAL
LIFE Japon(s)”, Le LiFE, França (2007); “The 5th ART PROGRAM OME”, Japão (2007); Echigo-Tsumari Triennal, Niigata, Japão (2006); “Cityscape”, Galerie Leme, Brasil (2006); “Takahara Museum”, Takahara old branch school, Japão (2006) “Aran knitting hat conference”, αm project, Japão (2005); “Sweet Steps Boice Planning”, Kanagawa, Japão (2004); “Vernacular Spirit”, ACAC, Aomori (2003); “A Need of  Realism”, Centre for Contemporary Art Ujazdowski Castle, Varsóvia, Polônia (2002); “BIG Torino 2002”, Turim, Itália (2002); ARTicle+Edition Gallery, Colônia, Alemanha (2002); Gallery K&S, with Gary Ward, Berlim, Alemanha (2001); Phillip Morris Art Award 2000 Tóquio, Japão (2000).